sexta-feira, 13 de julho de 2012

As desculpas dos homens que não colam mais

O cachorro, o trabalho, a mãe, a bateria do celular. O que ele realmente está querendo dizer com essas mentirinhas nada criativas?


Eles garantem: sempre há uma explicação. E tem homem que nem varia o repertório de desculpas e mentiras. Algumas frases já se tornaram clássicas na hora de terminar a relação, pular a cerca ou justificar a falta de atenção. 


Levantamos as “historinhas” mais usadas pelos marmanjos em diversas situações, e para comentar cada uma delas, contamos com o bom humor de Nara Franco, autora do livro "Homem é Tudo Palhaço" (Editora Desiderata), e Danielle Means, autora de “Mulé é um bicho burro mermo” (Editora Matrix).

“Eu nunca trai minha mulher, mas com você é diferente”


É a mentira número um do repertório do traidor, e você quer mesmo acreditar nisso, não é? A ideia de ser a mais sexy entre as mortais não parece nada ruim. Mas vamos encarar a realidade e assumir que ele quer mesmo é variar o cardápio. 

"Meu cachorro passou mal, vou levá-lo ao veterinário”


Essa desculpa faz sucesso porque não pode ser questionada – ou será que ele cria gatos? Além disso, mulheres se derretem por pets. Já que tomou bolo, teste a veracidade da história se oferecendo para acompanhá-lo na sala de espera da clínica (ou então faça a fila andar).

“Estou sem tempo para assumir um relacionamento agora, trabalhando muito...” 


Vida atarefada, momento confuso, problema na família. A base da desculpa é sempre a mesma, mas no fundo ele só quer dizer que não sente nada muito forte por você. Afinal, homens apaixonados logo marcam território e se tornam participativos, mesmo com a agenda apertada. 

“Não precisa ter ciúme. Ela é bonita, mas eu não 'saio' com colegas de trabalho” 


Bela mentira. Não existe um código de ética masculino que elimine as gostosas do ambiente corporativo. E segundo Ailton Amélio, especialista em arranjos amorosos, 37% dos relacionamentos começaram de relações de amizade ou coleguismo. 

“Não assinei o canal de sexo, veio de brinde no pacote do Brasileirão” 


Claro que veio, assim como a assinatura da Playboy. Se ele fosse malandro mesmo teria arrumado outra desculpa, como “assinei pra gente curtir a dois”.

“Gosto de você, mas não estou pronto para me envolver seriamente” 
Ou seja: vamos tomar alguns drinques e transar de vez em quando. Simples assim.
“Estou tomando esta decisão porque quero o seu bem” 


Ou ele é caridoso ao extremo – e quem quer isso? – ou só está tentando tirar a responsabilidade pelo término dos próprios ombros.
“Estou confuso” 


Essa precede o desaparecimento, quando ele some da sua vida, não atende ao telefone nem responde e-mails. E assim que você superar o abandono, ele vai te mandar uma mensagem como se nada tivesse acontecido. O motivo? É sempre bom ter alguém na reserva. 

“O meu celular não estava desligado, a bateria que acabou” 


Hoje as baterias duram muito, talvez esta não seja mais uma boa desculpa. Ligar de um fixo para dar satisfação? Nem pensar. No fundo os homens odeiam monitoramento, mesmo que não estejam fazendo nada demais. 

“É só uma chata que fica me enchendo no Facebook” 


O mundo virtual não é tão diferente do real: se alguém ocupa um espaço indevido é porque o outro está deixando, e possivelmente gostando. O “basta” cabe a ele, e ponto. Arrume um fã virtual galanteador e "chato" também, que tal?

“Não vai dar, estou sem carro” 
E você não vai querer fazer um passeio romântico de ônibus, vai? Essa é matadora, todo mundo cai. 
Fonte: Delas

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Estratégias para reacender a chama da libido



Quando um momento íntimo é interrompido, o tesão vai embora na hora. Recupere o clima romântico sem deixar o momento esfriar 

Romance é algo delicado — mesmo quando você está completamente envolvida pelo momento, um fator inesperado (um yorkshire saltitante, um alarme de carro ou um vizinho batendo à porta) pode ser um balde de água fria instantâneo. Mas você não precisa deixar as fagulhas apagarem. "Se for distraída por uma interrupção, seu parceiro também será", diz Jeremy Nicholson, psicólogo americano. "Agir sem dar importância ajudará seu homem a voltar rápido ao que interessa." Aprenda estratégias para recuperar o clima em segundos.

Balde de água fria 1
Seu chefe liga no meio do rala e rola e você entrará numa fria se não atender. 
A saída 
Antes de pegar o celular, tranquilize seu homem. Diga quanto você adora o apoio que ele dá à sua carreira. "Quando atribui um comportamento positivo a alguém, você aumenta a autoestima da pessoa, que estará mais propensa a se comportar daquela maneira", explica Nicholson. Depois de desligar, reforce o elogio e use-o para retomar o clima. "Você é maravilhoso. Onde estávamos mesmo?" 

Balde de água fria 2
Vocês estão curtindo um jantar romântico quando um parente ou amiga sem noção aparece e pergunta se pode sentar. 
A saída 
Seja rápida. Quanto mais essa pessoa ficar, mais difícil será pedir para ela ir embora. "Vocês podem ser simpáticos, dizer que estão felizes em vê-la, e no meio da conversa soltar que estão comemorando uma data especial (mesmo que seja preciso inventar uma)", sugere Luciana Martins, psicóloga da clínica Padma, em São Paulo. "A pessoa se toca e vai embora sem se magoar." Só tome cuidado para não falar mal da sua amiga quando ela for embora dizendo "Ela não se toca?" Pesquisas mostram que os homens se ligam mais em personalidades positivas — suas reclamações poderão esfriar o clima. 

Balde de água fria 3
Ele está exagerando nas atenções na cama ("Tudo bem? Essa posição está ok? Você gostou disso? Não? Quer mais água?") e isso deixa você estressada. 
A saída 
Seja positiva: pelo menos seu parceiro pensa no seu prazer e quer acertar. Mas ele não sabe que as perguntas estão matando sua libido. "A Balde de água fria 4 O presente de aniversário que ele deu a você foi uma decepção. A saída Esqueça a interpretação digna de um Oscar. "Em vez de fingir que gostou, reconheça a intenção", sugere Cooper. Tente não ficar triste com o presente e pense positivo (e controle as lágrimas) focando nas várias coisas legais que ele já fez por você. "É um objeto, no fim das contas, e não se pode deixar que isso arruíne as coisas boas que vocês têm juntos." Para evitar uma segunda decepção, aguarde algumas semanas e então converse abertamente sobre os tipos de presente que são significativos para você e por quê. E, da próxima vez que vocês forem fazer compras, mostre algumas lojas e coisas específicas que você curte — simples assim. "Homens gostam de receber direção", diz Cooper. "Eles querem saber se estão no caminho certo para fazer você feliz." 

Balde de água fria 4
O presente de aniversário que ele deu a você foi uma decepção. 
A saída 
Esqueça a interpretação digna de um Oscar. "Em vez de fingir que gostou, reconheça a intenção", sugere Cooper. Tente não ficar triste com o presente e pense positivo (e controle as lágrimas) focando nas várias coisas legais que ele já fez por você. "É um objeto, no fim das contas, e não se pode deixar que isso arruíne as coisas boas que vocês têm juntos." Para evitar uma segunda decepção, aguarde algumas semanas e então converse abertamente sobre os tipos de presente que são significativos para você e por quê. E, da próxima vez que vocês forem fazer compras, mostre algumas lojas e coisas específicas que você curte — simples assim. "Homens gostam de receber direção", diz Cooper. "Eles querem saber se estão no caminho certo para fazer você feliz." 

Balde de água fria 5
Você tem certeza de que a amiga com quem divide apê escuta seu orgasmos. 
A saída 
Se você é barulhenta, tente colocar os dedos dele na sua boca ou encostar os lábios no pescoço ou ombro dele. "Você pode saciar a vontade de gritar com outra fixação oral", diz Cooper. "Os homens gostam de saber que você está tendo prazer. Então, morder a camisa dele, por exemplo, irá excitá-lo." Ou transforme a coisa toda em um jogo sensual: sugira que vocês transem em silêncio e se concentre em seus outros sentidos para controlar a vontade de fazer barulho. "Isso aumenta a carga erótica", diz Cooper. Se os movimentos em geral são a causa da sua trilha nada sutil, opte pelo sexo oral ou por outra posição que evite explosões sonoras. 

Balde de água fria 6
Você está prestes a fazer sexo quando percebe que não se depilou ou não tomou um banho. 
A saída 
"Não tem motivo para tanto stress com isso", adianta Luciana. Em outras palavras: os homens não percebem esse tipo de coisa tanto quanto você imagina. Na verdade, para muitos deles, o odor natural da mulher é muito excitante. Mas, se o entusiasmo não é suficiente para fazer você se sentir excitada, tome o controle. "Fale com jeitinho que gostaria de tomar um banho antes ou convide-o para tomar um banho junto com você ou acenda algumas velas, deixando o ambiente mais escuro. Assim, você se sentirá mais à vontade e não quebrará o clima", sugere Luciana. E seja assertiva. "Guie as mãos e a boca dele para suas partes mais íntimas, de modo que você se sinta mais concentrada e confortável", aconselha Cooper. Ele vai amar o fato de você tomar as rédeas. 

Balde de água fria 7
Você fica horrorizada com o cão/gato/tartaruga sentado no outro lado da cama, observando vocês. 
A saída 
"Para muita gente é difícil se concentrar com um animal assistindo e isso, claro, leva à dispersão", concorda Sylvia. Embora esteja em seu direito de pedir educadamente que o pet vá para a sala, especialistas concordam que o problema está mais em você do que nos olhos inocentes do animal de estimação. "Sempre vai haver interrupções", diz Cooper. "Nesse caso, cabe a você se manter na zona erótica". Feche os olhos, respire fundo e fantasie sobre o homem que está na cama com você ou sobre um ator sexy em sua cena de sexo favorita. Foque nas sensações e, quanto mais você se excitar, naturalmente vai esquecer o que (ou quem) mais está no quarto. 

Cenários que não têm salvaçã
Quando isso acontecer, é melhor desistir. E boa sorte na próxima vez! 
  • Ser surpreendida na hora H— pela mãe dele. Na maioria das vezes, a intrusão de parentes exigirá que vocês se vistam rápido e tentem consertar o estrago. 
  • Duas palavras: problemas gastrointestinais. Lembra-se do episódio de 30 Rock em que Liz Lemon convida o personagem de Jon Hamm para uma sessão de queijos no Dia dos Namorados? Não termina bem. 
  • A camisinha arrebentou. Pare e planeje o Plano B que irá adotar logo pela manhã. É difícil retomar o clima quando você está paranoica com gravidez e DSTs. 
  • Um ou os dois beberam demais. A bebida fica perigosa quando você começa a enrolar a língua. Beba água e termine a noite antes que, sem querer, fale demais e coloque a relação em perigo. Pior, que vomite em cima dele.

Diga adeus à TPM

Para os homens, ela é sinônimo de mulher à beira de um ataque de nervos. E só. Mas você sabe que a coisa não é tão simples assim. E é preciso distinguir bem todos os sintomas que antecedem a menstruação para não tornar essa época do mês um martírio com data marcada


Qual é o seu tipo de TPM?
Você incha? Tem vontade de comer todos os doces do supermercado? Ou falta ao trabalho para passar o dia na cama de tanta cólica e enxaqueca? Se nem sabe o que é isso, tem muita sorte, porque 80% das brasileiras com idade entre 18 e 35 anos têm tensão pré-menstrual, segundo pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em parceria com o Centro de Pesquisa em Saúde Reprodutiva de Campinas (Cemicamp). Os sintomas atrapalham as atividades domésticas de 60% das participantes, enquanto 65% delas afirmaram ter o desempenho profissional afetado. "As variações podem ser físicas ou emocionais, causadas pela mudança hormonal, e atuam de formas diferentes em cada mulher", diz a ginecologista Rosa Maria Neme, diretora do Centro de Endometriose São Paulo e consultora de WH. Descubra qual é o seu tipo e como domar esse lado negro que se manifesta em você todos os meses.

Tipo A - "Tolerância zero"
Tem os sintomas mais clichês da TPM: irritabilidade, oscilações de humor, agressividade, ansiedade e nervosismo. "Devido à enorme variação hormonal, há mudanças significativas no sistema psicoemocional, a começar pelo humor", afirma o psicólogo Alexandre Bez, de São Paulo, especialista em ansiedade e síndrome do pânico pela Universidade da Califórnia (Ucla). Os sintomas estão relacionados aos altos níveis de estrogênio em comparação aos de progesterona. Não é à toa que nesse período fica quase impossível não xingar até a décima quarta geração daquele motorista que fechou você no trânsito.

Relaxe 
Coloque na agenda sessões obrigatórias de massagens, assista aos lançamentos de DVD no aconchego da cama ou monte um set list com músicas calmantes, como as instrumentais ou que simulem sons da natureza, para ouvir no carro, durante o banho, enquanto cozinha... Alongar-se ou fazer posturas de ioga por alguns minutos diariamente também vai deixá-la mais zen. 
Fuja 
Procure evitar ambientes que possam gerar situações de stress, como shopping centers no final de semana, bancos cheios ou reuniões de trabalho importantes. 
Tenha mais prazer 
Alimentos com vitamina B6 estimulam a produção de serotonina, hormônio ligado ao bem-estar. Ela está na soja, no pão integral, na lentilha, no atum, nas carnes, nos grãos integrais, na batata e na soja. "Também inclua na dieta alimentos como banana, grãos integrais, peito de peru, peixe, produtos à base de soja, ovo, feijão, grãode- bico, fontes de triptofano", diz Monica Dalmácio, mestre em nutrição pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal Fluminense e coautora do livro Alimentos e Sua Ação Terapêutica (Ed. Atheneu, 184 págs., R$ 70). Baixos níveis desse aminoácido (precursor da serotonina) causam o mau humor. 

Tipo C - "Só mais um chocolatinho?"
A fase pré-menstrual vai abrir seu apetite. Tanto que não será uma surpresa se você se deparar com um pote de sorvete vazio no final do capítulo da novela das 9. "O impulso de ingerir doces nessa fase está ligado a uma alteração dos neurotransmissores cerebrais, principalmente a serotonina, que gera uma alteração no centro de controle do apetite", afirma a ginecologista Rosa Maria Neme. Mas não é só isso. É bem provável que o cansaço, as palpitações e as dores de cabeça apareçam com frequência. Mulheres desse grupo apresentam maior tolerância a carboidratos.

Sem exagero 
Como a vontade de devorar doces estará maior do que de costume, deixe chocolates, sorvetes e outras guloseimas de fora da lista do supermercado. Você não quer terminar seu ciclo pesando 3 kg a mais na balança, quer? No lugar, vá de frutas com mel. Tá bom... e um bombom por dia (de até 25 g). 
Mude o foco 
Você sabe exatamente onde as tentações moram. Se tiver uma festa de criança, escolha uma mesa do lado oposto da dos docinhos, e passe reto pela seção de sobremesa no cardápio do restaurante. Continua difícil? Aumente a ingestão de triptofano (o mesmo elemento milagroso que acaba com o mau humor). Ele controla a queda na taxa de serotonina, responsável também pelo apetite de formiga. 
Drible a tentação C 
Comer de 3 em 3 horas nunca foi tão importante como agora. Para manter os níveis de glicose constantes no sangue (e evitar picos de vontade de devorar doces), coma um punhado de castanhas com frutas secas no intervalo das refeições. 

Tipo D - "Ó vida, ó céus, ó azar"
Influencia, sobretudo, o lado emocional. As mulheres desse grupo ficam ansiosas, estado que as leva a ter insônia, e deprimidas, podendo sofrer com crises de choro sem motivos concretos. Tudo causado pela redução de estrogênio e do aumento da progesterona. 

Sorria para a vida 
Sabe aquela amiga que só fala bobagem e faz você rir sem parar? Escale-a para ver uma comédia no cinema ou para uma maratona dos seriados Two and a Half Man ou Modern Family. Aulas coletivas como dança de salão e lutas marciais podem melhorar seu humor. 
Cuide de você 
Adote uma postura mais egoísta nesses dias e se afaste de pessoas que só a procuram para desabafar problemas. Essa não é a hora de tentar resolver a vida de ninguém. É bem provável que o baixo-astral da colega de trabalho que terminou o namoro deixe você ainda mais down. 
Use um estimulante 
Ponto para as mulheres que gostam de café: a bebida tem efeito animador, graças à cafeína. Não é muito chegada no grão? Vá de chá preto. Mas a dose permitida é apenas 1 xícara, pois em excesso a cafeína estimula o sistema nervoso central, piorando os sintomas de irritação, nervosismo e dores de cabeça. 

Tipo H - "Minhas calças não entram!"
Pode até ser considerada a forma mais branda — mas saber disso não é exatamente um alívio se você pula um manequim de uma semana para a outra. Lá vem inchaço causado pela retenção de líquidos, sensibilidade nos seios e dores nas pernas. Um saco, não é?

Mexa-se 
Combata a retenção de líquidos com drenagens linfáticas, exercícios físicos (as aulas de jump vão fazer milagres por você) e aumente a frequência do sexo. Sua autoestima agradece: os centímetros a mais nas suas curvas podem até irritá-la, mas não o seu parceiro. 
Nada de roupas novas 
Deixe para conferir as promoções das suas lojas preferidas após a menstruação. Caso contrário, é bem provável que você compre uma peça que depois ficará com tecido sobrando. 
Enxugue as medidas 
Alimentos ricos em potássio, como a melancia, o melão, o abacaxi, o pepino, o agrião, a salsinha, a alcachofra e a água de coco são essenciais. "Invista também em chás diuréticos, como o de cavalinha, o de dente-deleão e o de carqueja", indica a nutricionista Martha Amodio, da clínica Stesis, em São Paulo. 

Lista negra
Descubra os alimentos dos quais deve fugir se nos dias anteriores à menstruação você...

...Devora doces 
Produtos industrializados, com muito glutamato monossódico (aditivo presente em temperos e molhos, sopas enlatadas e refeições congeladas). 
...Tem mais acne 
Restrinja o consumo de carboidratos, pois o excesso de insulina leva ao aparecimento das inflamações. Algumas fontes do nutriente você identifica facilmente (como pães e massas), mas saiba que até o leite e seus derivados, o milho e a manga entram nessa lista. 
...Sente dores de cabeça 
Evite adoçantes e carnes embutidas, como linguiça, presunto, salsicha e salame. O café, o refrigerante e bebidas alcoólicas também pioram os sintomas. 
...Sofre com o inchaço 
Diminua o consumo de sal e de alimentos industrializados. ...É o mau humor em pessoa Consuma cafeína com moderação porque ela aumenta o stress nesse período. 

E se não for apenas TPM?
Se você assume uma segunda personalidade toda vez que os dias vermelhos se aproximam, pode ser que sofra da desordem disfórica pré-menstrual (DDPM), a forma mais severa da tensão pré-menstrual. "A qualidade de vida da mulher é muito afetada, podendo interferir em seu trabalho, nas atividades do dia a dia e nos relacionamentos pessoais", afirma a ginecologista Isabel Corrêa, do Centro de Medicina Reprodutiva Humana Huntington, no Rio de Janeiro. Acredita-se que a doença atinja de 2 a 9% da população. Para saber se você faz parte desse grupo, assinale os sintomas do quadro abaixo. Identificou-se com pelo menos cinco deles? Então é necessário procurar um especialista para definir seu tratamento. "Ele pode incluir desde o uso de vitaminas e fitoterápicos até medicações mais potentes, como antidepressivos. A psicoterapia também pode ajudar, desde que seja prescrita pelo médico", afirma a ginecologista Rosa Maria Neme. "Outra forma de minimizar os sintomas seria por meio de um novo contraceptivo que apresenta estrogênio natural (valerato de estradiol) em vez do sintético (etinilestradiol)", completa. Mas isso também só um especialista pode receitar.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Os ácidos que renovam a pele

A temporada outono-inverno é ideal para investir em tratamentos de beleza com ácidos. A ausência de sol forte beneficia a recuperação da pele, que fragilizada exige proteção total contra o calor e os raios solares. Desde que usados da forma correta, os ácidos renovam e clareiam a cútis. Em diversas formas de apresentação, eles podem ser aplicados em casa – em forma de cremes – ou em consultórios dermatológicos – os conhecidos peelings químicos. 
Os ácidos são altamente agressivos, portanto uma consulta prévia ao dermatologista é essencial para que uma avaliação criteriosa seja feita. Veja um apanhado do que há no mercado em ativos e discuta com um médico as melhores opções para o seu caso.
Ácido Azeláico: para eliminar manchas e clarear a pele.
Ácido Fítico: poderoso antioxidante e clareador. “Minimiza os efeitos do envelhecimento cutâneo”, explica a dermatologista Thais Pepe, de São Paulo.
Ácido Fenol: agente utilizado para peeling profundo. Atenua cicatrizes e rebate o envelhecimento acentuado.
Ácido Glicólico: extraído da cana de açúcar, promove esfoliação e acelera a renovação celular.
Ácido Hialurônico: é usado para o preenchimento cutâneo. É também um excelente veículo para hidratantes.
Ácido Kójico: obtido da biofermentação do arroz, é usado principalmente para clarear manchas e a pele em geral.
Ácido Málico: proveniente da maçã, o málico clareia manchas, atenua rugas e tem ação regenerativa.
Ácido Mandélico: usado principalmente para amenizar os poros abertos.
Ácido Resorcina: mais indicado em tratamentos contra acne, principalmente para quem tem a pele bastante oleosa.
Ácido Retinóico: derivado da vitamina A, esse ácido é largamente utilizado, tanto em peelings quando em cremes noturnos. Segundo a dermatologista Mônica Felici, de Campinas, ele combate os sinais do envelhecimento por meio da renovação celular e do estímulo da produção de colágeno. “É muito eficaz contra o fotoenvelhecimento”, diz.
Ácido Salicílico: “Indicado para o tratamento da acne, também suaviza manchas e rugas, atuando como esfoliante e no controle da oleosidade”, conta a dermatologista Juliana Carnevale, do Rio de Janeiro.
Ácido Tricloroacético: este ácido é bastante agressivo. “Usado em peelings para combater rugas profundas e cicatrizes”, conta Thais Pepe.

Uso domiciliar e no consultório 

Quase todos os ácidos, exceto os extremamente agressivos, podem ser utilizados em casa, antes de dormir. Os ácidos de uso caseiro são vendidos em pomadas ou cremes manipulados.

Porém, os resultados mais eficientes costumam aparecer em procedimentos feitos pelo dermatologista. “Quando aplicados no consultório, em forma de peeling, a concentração do ácido é altíssima e o efeito intenso”, explica Thais Pepe.

Outra vantagem da aplicação de peelings em consultórios é o resultado obtido em pouco tempo. “A renovação celular é estimulada rapidamente”, diz Mônica Felici.
Além de renovar a pele de forma moderada, os ácidos produzidos para uso domiciliar têm outras funções, como preparar a pele para procedimentos no consultório e complementar o peeling. “Antes do peeling, a pele precisa ser preparada com ácidos por pelo menos 15 dias”, conta Juliana Carnevale.

Os resultados esperados

Os ácidos podem ser usados com sucesso no tratamento de manchas (sardas ou melasmas), linhas finas ou marcadas, cravos, espinhas em excesso, poros abertos, textura irregular da pele e oleosidade. “A finalidade principal do ácido é promover uma ‘troca de pele’, ou seja, a descamação da epiderme, eliminando as células mortas. Ele também atua na derme, a camada mais profunda da pele, estimulando a produção de colágeno e fibras elásticas” diz Thais Pepe.

O principal cuidado para ter sucesso no tratamento com ácidos é usar bloqueador solar – mesmo em dias nublados e dentro de casa. Além disso, de acordo com a dermatologista Juliana Carnevale, os ácidos deixam a pele mais sensível e com tendência ao ressecamento, por isso a hidratação caprichada é essencial – mesmo provocando um pouco de ardor.

Para potencializar a transformação que os ácidos promovem, vale combinar outros tratamentos e recursos modernos. “Como a luz intensa pulsada, que acelera o clareamento de manchas; o infravermelho longo, que estimula a produção de colágeno e melhora flacidez; e lasers, como o Gênesis, que melhora a aparência das rugas finas, fecha os poros e estimula a produção de colágeno”, exemplifica Mônica.

fonte:Delas 

quinta-feira, 31 de maio de 2012

A aparência não é tudo. Use sua personalidade na sedução.


Quem você é por dentro também conta e pode até mudar a maneira que os outros te enxergam por fora
Quando as pessoas tentam se tornar atraentes e sedutoras elas normalmente concentram toda a atenção na aparência. Algumas ficam até apreensivas de que não vão encontrar ninguém se não perderem peso, se não usarem a roupa certa ou algo do tipo. Mas será que seu futuro parceiro é tão superficial assim? A boa notícia é que não, não é. 

Se você acha que não está tão bela como deveria, não se desespere nem fique obcecada. E quem está com tudo em cima também deve prestar atenção no que vou dizer a seguir.

É claro que a beleza tem um papel muito importante no Jogo da Conquista. Não existem fórmulas mágicas para nenhum patinho feio fazer o Brad Pitt se apaixonar da noite para o dia. Entretanto, a maioria das pessoas não sabe o seguinte: elas podem e devem usar a personalidade para turbinar o poder da atração física. Quem você é por dentro também conta e pode até mudar a maneira que os outros te enxergam por fora.

Para começar, a beleza é algo subjetivo. Ela está nos olhos de quem vê. Além disso, esse “olhar subjetivo” da beleza física é facilmente influenciável pela individualidade de cada um. Então, se você deseja ficar um pouco mais atraente, se torne uma pretendente com de caráter valioso e use isso a seu favor.

Faça uma profunda avaliação interna da imagem que você transmite para os outros. Será que melhorar a personalidade não seria melhor do que diminuir um número do seu manequim? Tente ser mais positiva, aberta a novas experiências e disposta ao que te oferecerem.

Depois disso, tenha paciência. A primeira impressão das pessoas ainda é influenciada pelos traços físicos mais do que qualquer outra coisa. Os outros precisam de certo tempo para que sua personalidade influencie seus pensamentos.

Deixe que seu parceiro em potencial te conheça sem nenhuma pressão e com conversas leves. Depois, tente aumentar o clima de romance utilizando, por exemplo, o toque.  

Para terminar, lembre-se de continuar positiva. Usar a influência da personalidade é algo que precisa ser mantido ao longo do tempo. Se a sua personalidade não seduzir, sua aparência poderá ficar sem graça para o pretendente. Então, seja sempre positiva e segura.

Segundo o especialista em sedução David DeAngelo “A atração não é uma escolha”. E usar suas qualidades como pessoa é fundamental na sedução. Repito: não quero dizer que a beleza não é de extrema importância para gerar atração, mas sim que a maioria das pessoas se esquecem de ir além disso utilizando os traços de sua personalidade. 

Até mais!

Fonte:Delas

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Imediatismo pode atrapalhar sucesso profissional da Geração Y


De acordo com estudo da USP, lidar com esses jovens profissionais que querem subir rapidamente na carreira é um desafio para as empresas

Nascida do início da década de 1980 até meados de 1990, a Geração Y está tomando o mercado de trabalho brasileiro. Esses jovens são tidos como individualistas, imediatistas e ambiciosos. Um estudo da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da USP aponta que, para as empresas, o grande desafio é aproveitar características como a rápida adaptação a mudanças e o questionamento constante aos gestores. Ao mesmo tempo, a Geração Y precisa lidar com a ansiedade excessiva em ascender na carreira e ganhar altos salários.

Para sua pesquisa de mestrado, o administrador André Laizo dos Santos entrevistou profissionais de recursos humanos (RH) e gestores de 12 empresas de setores variados, entre elas multinacionais conhecidas.

Como quebrar maus-hábitos
A conclusão foi que não basta a companhia estar alinhada com os valores da Geração Y. Para lidar bem com os jovens profissionais, o RH precisa estar preparado com ferramentas e programas estruturados para apoiar os gestores na condução dos jovens profissionais, considerados arredios a regras, procedimentos e hierarquias.
Por exemplo, com estrutura definida de cargos e salários, plano de carreira, avaliação de desempenho e avaliação de competências com retorno de informações. Estratégias como essas ajudam a aproveitar pontos positivos da geração, como saber focar-se no resultado e ter compromisso com entregas, dinamismo e interesse em colocar ideias e participar das decisões. Quando mal gerenciadas, as mesmas características levam a trabalhos desenvolvidos de modo superficial, que podem deixar clientes insatisfeitos.
E não adianta tentar enganar a Geração Y com falsas promessas para a carreira. Quando elas não se se concretizam, os profissionais logo optam por sair da organização.

Sem ritos de passagem
“Essa geração cresceu num contexto de muita competitividade. Desde pequenos, foram treinados para serem os melhores. Fizeram cursos de língua, intercâmbio e ingressaram em boas faculdades”, diz Santos, que é graduado em administração de empresas e foi orientado pela professora Marisa Pereira Eboli.

Essa alta qualificação, assim como a facilidade em obter informações pela tecnologia, é requerida pelas organizações, hoje inseridas num contexto que exige estruturas mais complexas. Mas pode reverter-se em arrogância dos profissionais, que passam a se achar essenciais para o empregador e pressionam demais por desafios mais avançados, promoções e salários.
“A ansiedade em ganhar autonomia e receber bons salários é fruto do estilo de vida com regalias durante a adolescência e, em alguns casos, também na infância. É diferente das gerações anteriores, que tiveram mais trabalho para obter o básico”, diz Santos. A garantia recebida da família faz com que a Geração Y tenha menos pressa em cumprir os ritos de passagem, como entrar no mercado de trabalho e constituir família. Com menos responsabilidades, não precisam ter tanto compromisso com as organizações.

Para os entrevistados da pesquisa, a característica mais relacionada à Geração Y é o individualismo. “Eles fazem as escolhas com base no que é melhor para eles. Se precisarem sair da organização, saem. A relação é como a de um casamento: quando não está bom para os dois lados, termina”, aponta um profissional de RH.
Alguns afirmaram que as outras gerações também eram ansiosas e buscavam alinhar necessidades pessoais e organizacionais. No entanto, a Geração Y é a que mais expressa suas angústias e reage para resolvê-las. Também demonstra autonomia na hora de perseguir os objetivos. Com uma ressalva: esperam que o gestor aponte aonde devem chegar e, a partir daí, preferem caminhar até lá por conta própria.

sábado, 7 de abril de 2012

Descubra as razões que levam um homem a querer compromisso


Em tempos de sexo casual e romances passageiros, de vez em quando um homem se encanta por uma mulher e deseja não só conhecê-la melhor, mas compartilhar várias coisas com ela –os próximos anos de sua vida, por exemplo. Mas, além do amor, é óbvio, o que leva um sujeito a mudar de “status de relacionamento”? A terapeuta sexual e de casal Maria Luiza Cruvinel diz que seus pacientes querem uma "mulher com conteúdo", que saiba conversar e escutar, que seja bem informada, que se relacione bem com os amigos e a família deles e que, na maior parte das vezes, tenha uma postura discreta.
"Além disso, conta muito que a mulher seja independente, possa ser uma parceira para batalhar na conquista de bens materiais. Geralmente, os homens não gostam de mulheres dependentes nem emocionais nem financeiramente”, afirma.
Para a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar, um homem que se dispõe a se comprometer, geralmente, procura alguém com objetivos de vida, tem jogo de cintura e que é prática. "Mas que ainda preserve a própria essência, pois aí está o que ela tem de interessante", diz. De acordo com a especialista, os homens se encantam, principalmente, por aquelas que têm a capacidade de compartilhar e são generosas, mas que saibam colocar limites quando necessário. "Hoje, ninguém quer se vincular a alguém dependente, pesado emocionalmente, que empate a vida”, conta.É claro que a atração física conta vários pontos. “No entanto, o homem deve ter admiração pela trajetória de vida da mulher, achá-la interessante, envolvente, sentir vontade de conversar durante horas com ela. O sexo masculino precisa sentir prazer ao lado de uma companheira e perceber que ela pode fazê-lo feliz, sem a necessidade de continuar procurando outra”, explica a psicóloga Eliete Matielo, diretora da agência de relacionamentos Eclipse Love.
Depois do interesse, o compromissoA decisão de se amarrar (no papel ou não) também tem muito a ver com o momento de vida do homem, já que o sexo masculino, invariavelmente, associa o casamento à perda de liberdade. “Entretanto, quando estão mais maduros, prontos para assumir um relacionamento estável, eles não se importam de abrir mão dessa liberdade, desde que tenham uma parceira que admirem, amem e seja madura emocionalmente”, diz Maria Luiza Cruvinel. "Ao contrário do que prega o senso comum, não é verdade que hoje os homens não querem se comprometer. Quando encontram uma pessoa que continuam a amar após a fase da paixão, eles não hesitam."

As especialistas são unânimes ao afirmar que o compromisso, assim como acontece com as mulheres, é muito importante na vida de um homem. “Eles também têm necessidade de segurança emocional, acolhimento, de contar com um ninho aconchegante. Muitos gostam de proteger e ser protegidos e anseiam por construir um projeto de vida a dois”, afirma Carmen. Já Elite Matielo lembra que, por mais que a vida profissional seja bem-sucedida e realizada ou a vida de solteiro seja boa, a maioria das pessoas, em algum momento da vida, tem a necessidade de ter alguém. Ou, ao contrário, poder contar com uma pessoa nos momentos difíceis pelos quais todos nós passamos.


fonte: uol mulher

quinta-feira, 29 de março de 2012

Como superar um amor não correspondido?

Ele (a) sempre foi o homem (mulher) da sua vida. Mas, de repente, não correspondeu como você gostaria e o amor terminou, ou melhor, o amor dele  (a) acabou. Se isso aconteceu, não abaixe a cabeça. Com as dicas a seguir, aprenda como agir para superar e se recuperar de um amor não correspondido:

1

Não corra atrás dele (dela). Se sua intenção é ter uma segunda chance, ficar no pé é uma péssima opção. Isto só vai fazer com que ele (ela) se afaste de você.

2

Aprenda a respeitar a decisão dele (dela), por mais difícil que seja. Não xingue nem fale aquele monte de besteiras que saem quando ficamos magoados. Pense duas vezes em cada palavra quando se dirigir a ele (ela).

3

Quando ouvir aquela música que faz lembrar algum momento de vocês, não desligue. Cante bem alto, grite e se sentir vontade de chorar, chore. Depois que tudo isso passar você vai rir muito.

4

Cuide de sua aparência. Não é porque ele (ela) te deixou que você vai andar por aí toda (todo) desleixada (desleixado). Saia com seus amigos e amiga, compre roupas novas, capriche e invista no visual. Fique pronta (pronto) para novas oportunidades no amor.

5

Fale tudo o que sente para as pessoas que você confia. Desabafe mesmo! Vai chegar uma hora que você vai se cansar e perceber que não vale mais a pena ficar se remoendo.

6

O pior erro de todos é se jogar nos braços de qualquer homem (mulher) para esquecer alguém. Isso só vai fazer você se sentir culpada (culpado). Ficar com uma pessoa pensando em outra nunca é uma boa solução. Vá com calma, deixe que o tempo decida quando o homem ( a mulher) certo (certa) virá.



domingo, 25 de março de 2012

#ficaadica - Outono / Inverno 2012

Em uma das voltinhas por ai, passei na Renner para "assuntar" melhor o que tem de outono/inverno (confesso que somente agora começo a pensar em outono/inverno... Com todo o calor que faz neste estado, não conseguia processar a frase inverno rsrs). 
Então... Fiquei encantada com tudo que vi. 
A coleção tribos urbanas esta lindaaa, mas me apaixonei mesmo pela cortelle... Tons temperados, cortes finíssimos... Apaixonante!
Os casacos estão lindos enfim, amei a coleção. 
É claro que existe o probleminha (eterno), para meninas como eu... altas (rs) sofrem com a numeração minimalista (rs), mas garimpando bem, se encontra peças legais e que servem em gente normal (porque usar 38 com 1,78m não é normal mesmo)!
Para os meninos a coleção marfinno esta bem ao estilo que eu gosto, homem com cara de homem!
Tem também peças muito legais em xadrez (no inverno? que original, rs)
E vale a pena conferir os acessórios... Um luxo!
Abaixo algumas fotinhos e o link do catalogo da coleção, ok!
Sendo assim, #ficaadica. 





Renner outono/inverno2012

sábado, 24 de março de 2012

Quebre o gelo: como se aproximar dos homens

Três truques para chamar atenção deles sem abordá-los diretamente

O primeiro contato é uma das etapas mais complicadas da sedução. Na maioria das vezes, é difícil quebrar o gelo e conversar com o alvo em questão. E poucos realmente sabem como fazer isso sem passar uma má impressão inicial.
Para as mulheres é ainda mais complicado. Normalmente, o “approach” é feito pelos homens, o que pode limitar o poder de sedução delas a simples olhares. Mas e se ele ainda não te notou e você quiser se aproximar mesmo assim? Será que só a paquera basta? Nem sempre. Em alguns casos, você precisa ir além e dar o primeiro passo.

Por que quebrar o gelo é tão difícil?
Falar com alguém que você não conhece pode aumentar a ansiedade por uma série de fatores: medo de rejeição, não ter a motivação suficiente para se aproximar, não saber como se comunicar, entre outros.
Além dessas razões, quebrar o gelo é complicado porque você sempre ficará aberta à avaliação do seu alvo. Ou seja, estará dizendo indiretamente “Eu gosto de você” e passará o poder e influência para ele. É por isso que muitas mulheres preferem permanecer quietas no seu canto. E também é por isso que muitos homens não conseguem se aproximar de você.
Mas existem maneiras simples de começar uma conversa sem demonstrar vulnerabilidade, seja aonde for. E essas medidas podem ser bem mais poderosas do que o “approach” direto.

1. Peça um favor
Ao invés de se jogar em cima do homem, faça com que ele “vá atrás” de você. Peça para o seu alvo fazer algo. Pode ser um gesto muito simples, como: “Você pode me passar um canudo, por favor?”. Ou então: “Você pode olhar minha bolsa enquanto eu pego uma bebida?”. Qualquer pequeno pedido é suficiente. Esta tática dá certo, pois o homem ficará mais tentado a gostar de você depois de te agradar com algo. Inconscientemente, a simpatia estará criada e ele se sentirá mais próximo.

2. Faça uma pergunta
O “approach” da maioria das pessoas fracassa porque elas normalmente tentam impressionar. Assim, na tentativa de “conquistar” o interesse e a atenção do outro acabam sendo julgadas.
Então, faça com que ele fique vulnerável ao invés de você. Questione. Faça uma pergunta na qual ele será obrigado a se qualificar como um parceiro em potencial.
Se você gosta de moda, pergunte a marca da roupa que ele está usando. Olhe com uma cara estranha e pergunte qual drinque ele está tomando. Coloque seu alvo sob avaliação. Ele se sentirá obrigado a passar no seu teste. Mas não se esqueça de retribuir sendo simpática e demonstrando interesse na resposta.

3. Faça um anúncio
Simplesmente solte uma declaração olhando para ele como se não esperasse ouvir nada de volta. Apenas expresse sua opinião sobre um assunto genérico sem desejo de ser retrucada.
“Nossa! Aqui é o melhor lugar para se vir aos sábados!” e “Aquele barman prepara o melhor drinque da casa” são alguns exemplos. Mas não se limite a ambientes noturnos. Essa tática pode ser usada em qualquer lugar: “É só aqui que eu sempre encontro os livros que procuro”.
Ele continuará a conversa se estiver minimamente interessado. E mais: a empatia estará criada. Lembre-se: é possível conhecer alguém e começar o contato sem ser testada. Não tenha medo.

Fonte: Delas 

sábado, 10 de março de 2012

Manual para os HOMENS entenderem o comportamento feminino

Retirado do livro de Paulo Coelho “O livro dos manuais”. 

  • Nós, mulheres, já nascemos detetives. Aos nossos olhos, todos os homens são suspeitos, e suas aventuras terminarão sendo descobertas; é apenas uma questão de tempo.
  • Mesmo que não estejamos apaixonadas por você, escutar “eu te amo” é um bálsamo para nossas almas. E se você não disser isso, vamos notar e vamos ficar tristes.
  • A mesma coisa acontece com “você está linda“. Demora menos de dois segundos para pronunciar essas três palavras mágicas, que são capazes de transformar nossos pesadelos em verdadeiros contos de fadas.
  • Se perguntamos que roupa devemos usar, não fique chateado se decidirmos vestir exatamente o oposto que você escolheu; faz parte da nossa natureza.
  • Em uma festa, somos capazes de escanear o salão em menos de um minuto, e saber quem nos interessa. Fique atento. 
  • Pensamos em sexo com a mesma compulsão que os homens, ou até mais. A unica diferença é que não demonstramos isso.
  • Se não aceitarmos imediatamente o convite para jantar em um primeiro encontro, não se preocupe precisamos de alguns dias para perder os quilos extras que sempre julgamos estar destruindo nossa vodas.
  • Mulheres sempre se lembram de tudo. Se você perguntar quando nos conhecemos, nenhum de nós vai dizer: “em uma festa”. Diremos: foi em uma terça-feira, logo depois de um jantar onde foi servido salada, canja de galinha, você usava um paletó negro e seus sapatos eram de tal marca, etc.
  • Temos tanto poder de raciocínio como um homem. Mas não precisamos deixar isso evidente, ou você vai ficar inseguro. As mulheres que fizeram isso terminaram sozinhas.
  • Detestamos fazer amor quando não estamos com vontade, mas fazemos assim mesmo, e você será incapaz de perceber a diferença.
  • Brinque com nossos animais domésticos e com nossas crianças, e brincaremos com você. Ignore-os e nós o ignoraremos também.
  • Mulheres são dotadas de visão raio X. Podemos olhar para olhos negros, duros, e descobrir a criança que se esconde atrás deles. Podemos nos fixar em angelicais olhos azuis e descobrir o demônio que está ali. Sabemos quando os homens estão fingindo dormir de cansaço, ou - o que é mais evidente - quando estão fingindo não dormir com outra pessoa.
  • Se temos algum problema para discutir com você, não tente nos dar a solução, nós já temos. É apenas um pretexto para evitar que a relação termine em tédio.

Enfim: Nem todas as mulheres querem casamentos e filhos; muitas desejam apenas orgasmos e animais domésticos. Jamais esqueça isso.


sábado, 25 de fevereiro de 2012

Os pecados do primeiro encontro

Em novo livro, mil homens falam sobre atitudes desagradáveis das mulheres que assustam ou decepcionam logo de cara.



As lembranças do jantar na noite anterior são ótimas e as expectativas criadas idem. Mas depois de passar um dia inteiro checando constantemente o visor do celular, é hora de encarar a realidade e considerar a possibilidade dele não ligar. Disposta a entender essa situação tão frustrante quanto comum no mundo dos encontros, a expert em relacionamentos Rachel Greenwald entrevistou mil homens americanos para saber o que os impede de fazer o segundo convite para sair. As respostas estão no livro “Por Que Ele Não Ligou de Volta?” (Editora Best Seller), que acaba de chegar às livrarias brasileiras.


Rachel – que tem curso de especialização em negócios pela prestigiada Universidade de Harvard – usou uma técnica do meio empresarial, chamada de “entrevista de saída”, para fazer a pesquisa. Neste tipo de conversa, funcionários respondem de maneira sincera perguntas sobre as empresas que acabam de deixar. Ao transpor essa prática para o ambiente dos relacionamentos, a autora pediu que mil homens contassem por que não telefonaram no dia seguinte para suas pretendentes, 2374 mulheres no total. 

“As revelações feitas nesta pesquisa são brutais, sinceras”, conta a autora no livro, explicando que mesmo sendo duras, as informações obtidas servem como subsídio para outras mulheres evitarem deslizes. Mas isso não significa que elas terão que parar de agir naturalmente nos encontros, talvez sirva mais como um alerta.

Rachel diz que apesar das mulheres acharem que sabem os deslizes que cometem nos encontros, em 90% dos casos elas estão erradas e não têm ideia do que realmente aconteceu. A especialista reuniu no livro os erros que mais se repetem e as observações mais contundentes. Veja uma breve seleção deles: 

Futura namorada ou chefe?
“Mais parecia um jantar de negócios do quem um encontro”, comentou Carl, 28 anos, falando da maneira como se sentiu ao conhecer uma garota em que estava interessado. A reclamação do americano resume um comportamento feminino que afugenta os homens: o de chefona. Muitas mulheres deixam a assertividade obrigatória da vida profissional invadir a área afetiva. Então elas falam tanto da carreira que passam a impressão que qualquer parceiro será um mero coadjuvante na vida delas.

Louca para ter filhos 
Mesmo o mais romântico dos homens se assusta com uma pretendente que já fala em trocar alianças e ter filhos no primeiro encontro. “Parecia que ela estava me entrevistando para ser doador de esperma”, brincou o americano Wade, 40, sobre uma candidata à namorada. Mas também pode ser subjetivo, como: “Eu amo crianças, você gosta de crianças?”. Mesmo sendo reservadas, algumas mulheres deixam escapar frases e comentários que entregam logo o jogo. 

Quanto você ganha?
É claro que o amor é importante, mas ninguém quer conscientemente se envolver com alguém que tenha uma vida financeira desastrosa. Mesmo assim, não dá para ficar fazendo perguntas no encontro que façam o cara se sentir como se estivesse conversando com um gerente de banco. Da mesma forma, “queima o filme” passar uma impressão fútil, como ser dependente de pequenos luxos. “A definição dela de tragédia era se a faxineira não aparecesse para trabalhar”, ironizou o americano Jared, 28, ao falar de uma mulher com quem saiu – uma única vez, claro. 
“Cabeçuda”
“É melhor ficar calado e ser considerado um tolo do que abrir a boca e eliminar qualquer dúvida”, pensou o americano Abraham Lincoln depois de um primeiro encontro. É bom ser inteligente e ter orgulho disso, e os homens definitivamente não estão em busca de uma gostosa burra. Porém, não precisa intimidar o pretendente disparando conhecimentos durante um jantar que deveria ser romântico. É importante dar espaço para que o outro fale, e é agradável jogar conversa fora também, sem qualquer pretensão aborrecida e intelectual. 

Confira uma de lista engraçada de comportamentos irritantes de mulheres apontados por homens:
  • “Ela empurrava o milho para o garfo com os dedos”
  • “Ela me disse que eu lembrava a mãe dela. Isso meio que acabou comigo”
  • “O garçom chegou para dizer os pratos do dia e, depois de cada item, ela declarava entusiasmada: ‘DELÍCIA, DELÍCIA, DELÍCIA!’. Isso acabou me irritando”
  • “Eu a ouvi fazendo xixi enquanto falava comigo ao telefone”
  • “Eu não gosto de nenhum dedo na minha bunda que não seja meu”
  • "Não faço ideia do que seja 'endometriose', mas não parece coisa boa"
  • "Ela já começou falando que o pai havia traído a mãe. Dava para ver que ela tinha problemas para confiar nas pessoas”
  • "Ela reclamava de tudo. Era como se eu estivesse visitando a minha avó de 90 anos na Flórida”

Fonte: Delas